Sumário Econômico 1547

CNC reduz previsão para vendas do varejo pelo 4º mês seguido - Desde as paralisações de maio, entidade vem revisando para baixo as projeções de 2018. Previsão anterior para o varejo ampliado foi revista de +4,5% para +4,3%, após divulgação dos dados de julho, na quarta revisão para baixo das projeções da CNC. Apesar da desaceleração no ritmo das vendas, o varejo caminha para o seu segundo ano de expansão no seu faturamento real, mas o ritmo de crescimento até o fim do ano certamente será menor do que o da primeira metade de 2018 (+5,4%). A CNC projeta que as vendas irão crescer a um ritmo de 2,8% em relação ao segundo semestre de 2017.

Intenção de compras sobe em setembro - Em setembro, os brasileiros manifestaram maior propensão para realizar gastos. O índice Intenção de Consumo das Famílias (ICF) variou +1,5% em relação a agosto, mostrando elevação da confiança mesmo diante do cenário de incertezas. Segundo pesquisa da CNC, todos os subindicadores que compõem o ICF aumentaram na variação mensal, com destaque para três que subiram acima da média: Renda Atual (+2,5%), Nível de Consumo Atual (+2,4%) e Momento para Duráveis (+2,2%). Na comparação com setembro de 2017, ressalta-se a grandeza das elevações dos subindicadores Nível de Consumo Atual (+24,9%) e Perspectiva de Consumo (+22,6%), bem acima das demais variações.

Após duas altas mensais consecutivas, percentual de famílias com dívidas fica estável em setembro de 2018 - De acordo com a Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic Nacional), apurada mensalmente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o percentual de famílias que relataram ter dívidas entre cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, empréstimo pessoal, prestação de carro e seguro alcançou 60,7% em setembro de 2018, o que representa estabilidade em relação ao patamar observado em agosto de 2018. Entretanto, houve redução em relação a setembro de 2017, quando o indicador alcançou 61,7% do total de famílias.

Download

  • Sumário Econômico - Nº 1547 | Download

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.